Espelho, Espelho Meu - Dicas de Maquiagem
Operação Outono 2015

Um dia no divã: Porque as mulheres amam sapatos?

Um dia no divã: Porque as mulheres amam sapatos?
Classificação: 0 em 0 classificações
-
Admin

Liquidação: 10 letrinhas mágicas que enfeitiçam qualquer pessoa que se julgue consumista. Agora, experimente ver o que acontece ao adicionar a elas outras nove: liquidação de sapatos. Certamente ao entrar em uma loja você irá se deparar com centenas de mulheres disputando inúmeros pares. Qual o ímã de atração entre eles?

sapatos

Por que elas amam comprar sapatos?

De um simples acessório para proteger os pés, os sapatos tornaram-se ícones com vida própria, objetos de desejo. Salto alto, baixo, agulha, anabela, plataforma. Escarpin, chanel, mocassim, sandália. Preto, bicolor, colorido, dourado. Até o material pode variar – couro, camurça, plástico. Os estilos são muitos, mas a realidade é que os sapatos fazem parte do universo feminino e exercem um fascínio sobre homens e mulheres.

O estilista americano Christian Louboutin justifica assim um dos motivos para essa atração: “As mulheres expressam-se através de seus calçados.”

O sapato pode mostrar o humor de cada um, cria um ar de glamour. Uma mulher de salto alto se sente superior, poderosa, e os homens gostam disso também – neste caso, o sapato é uma espécie de fetiche, faz parte de fantasias.

O cinema e a televisão sabem bem como cultuar e fazer dos calçados necessidades: dos sapatinhos de cristal de Cinderela ao seriado Sex and the City, onde a personagem Carrie, louca por sapato, é capaz de gastar 498 dólares em um par da grife Manolo Blahnik.

Certamente Adorno e Hegel atribuiriam esse excesso à indústria cultural. Diriam que unida as bases do capitalismo, a indústria cultural gerou uma sociedade consumista, tornou os indivíduos bonecos nas mãos dos publicitários e produtores de cinema e tv. Os meios de comunicação de massa criaram um ambiente propício para que o desejo seja aguçado, e assim, dominar a sociedade natural e ideologicamente.

Obsessão, tara, fascínio, alienação, capricho, a questão é que as mulheres adoram sapatos e ponto. Os calçados são temas de blogs, fotologs, e aparecem em comunidades do Facebook com mais de mil participantes, quase todas mulheres.

Escultores dos pés

Mas o sapato não se tornou um objeto de desejo por acaso. Os novos estilistas, inspirados pelos clássicos nomes como Coco Chanel, Christian Dior, criaram uma nova era para os calçados. Novas formas , designs ousados, deram vida própria para os sapatos, tornando-os uma obra de arte.

A designer Paula Ferber começou a se interessar por eles quanto estava estagiando na São Paulo Alpargatas. Cursando administração na Getúlio Vargas, foi contratada para trabalhar como gerente de produção de sapatos femininos, e passou a interferir na modelagem, sugerindo estilos.

“A função do sapato na verdade não é proteger os pés. Ele causa uma identidade. Ele é um objeto de desejo, de sensualidade, é, sem dúvida, o recurso mais usado pelas mulheres. É o sapato que passa a mensagem, passa o estado de espírito da mulher, é também uma representação de status. Têm mulheres que entram aqui e compram seis sapatos de uma vez. O sapato é totalmente um fator determimante”, disse Paula Ferber que no Brasil só usa seus modelos.

Sapatinho de cristal

Criador de modelos extravagantes, saltos altos e plataformas de mais de 12 cm, Fernando Pires acredita que Cinderela é a culpada pela paixão das mulheres por sapato. “Eu acho que a grande culpada é a Cinderela com seu sapatinho de cristal. Porque para o homem não tem nenhuma historinha infantil que bote na cabeça do menino, que sapato é o máximo. A menina já tem o sapatinho de cristal, a Cinderela, o príncipe, toda essa coisa que já fica. Ela vira mulher e não esquece nunca mais. Além claro,que toda mulher sabe que em cima de um salto alto ela vai ter um caminhar muito mais bonito. O salto tem uma conotação de poder, aquela coisa de tirar o salto e bater na mesa. E mais ainda: como é uma arma poderosa, os homens amam salto alto, até mais que as mulheres. Eles não resistem a uma mulher em cima de um salto.”

Mulheres e sapatos

Uma coisa é certa: a relação entre mulheres e sapatos é de fidelidade, independentemente do motivo, elas os vêem como aliados. São parceiros na hora de seduzir, caracterizar, de dar conforto ou glamour. Muitas mulheres dizem preferir comprar sapatos a roupas, pois engordando ou emagrecendo o número não muda, o que evita, com certeza, qualquer tipo de frustração.

Existem razões para as mulheres terem no sapato o melhor amigo segundo o blog Lack of

Reason (http://lackofreason.blogspot.com):

1. Eles sempre as deixam pra cima, ainda mais quando são de plataforma, salto 10,

tamancão de madeira etc.

2. Há sempre um modelo perfeito para cada ocasião e dia da semana

3. Têm várias cores e dá pra combinar até com o humor quando a TPM bate

4. Comprar o último modelo da estação faz bem pro ego e dá até pra fazer inveja nas outras

5. Serve como poderosa arma no melhor estilo throwing things

Para finalizar, sem dúvidas os sapatos são “mini personalidades”, esperando para serem calçadas e é extremamente divertido e animador comprá-los. Afinal, você não tem que fazer dieta alguma para caber dentro deles. Escolha agora mesmo o seu modelo de sapato favorito!

 

Você pode estar interessado:

Go Shopping